19 de out. de 2021

Alta Do E-Commerce Impacta No Setor De Pós-Venda

 

Aumento de transações comerciais realizadas no formato digital tem gerado demanda por serviços de pós-venda decorrentes de entregas e trocas de produtos no país; apesar de cenário, apenas 15% das empresas já haviam estabelecido prática em 2019





São Paulo – SP,18/10/2021 –

Foi-se o tempo em que o processo de uma compra encerrava-se com o fechamento do negócio: produto em mãos, dinheiro no caixa do comerciante e vida que seguia. O surgimento de novas ferramentas de marketing, a crescente digitalização do comércio e o desenvolvimento do campo da gestão de negócio têm feito, porém, com que, nos últimos anos, haja uma atenção cada vez maior sobre toda a transação comercial por parte dos vendedores. Um indicativo desta nova configuração pode ser observado em pesquisa recente da empresa de consultoria e auditoria PwC, apontando que, segundo 84% dos entrevistados, a experiência no ato da compra é tão importante quanto o produto a ser adquirido.

Nesse sentido, tem ganhado cada vez mais importância a necessidade da realização de um bom planejamento de pós-venda – um cuidado especial que pode ser útil tanto para a retenção do cliente quanto para melhoria do serviço ou do produto oferecido. E, levando-se em consideração a força do e-commerce nos dias atuais, serviço que envolve, após a compra por parte do consumidor, uma série de etapas “pós-venda” – sendo a entrega do produto a principal delas – o uso de tais estratégias torna-se ainda mais relevante, embora a adoção destas práticas ainda não sejam uma realidade para a maioria das companhias brasileiras.

Tal equação pode ser expressa em alguns. De acordo com relatório elaborado pela empresa de pesquisa de opinião Ebit | Nielsen e realizado em parceria com o Bexs Banco, e-commerce bateu recorde de vendas no primeiro semestre de 2021, atingindo a cifra de R$ 53,4 bilhões em faturamento. Avaliando este processo de compras on-line por parte dos consumidores brasileiros, a mesma empresa que mede a reputação das lojas virtuais por meio de pesquisas com consumidores indicou que 92% dos clientes que precisam efetuar trocas ou devoluções de produto tendem a voltar para a mesma loja caso tenham suas demandas supridas – em um exemplo de boa prática de pós-venda.

Outro estudo, realizado em 2018 pela plataforma de pesquisa de mercado Opinion Box, apontou que 71% dos brasileiros recomendam marcas para amigos e familiares quando ficam satisfeitos com a experiência de compra, ao passo que 79% afirmaram que deixaram de comprar produtos de alguma marca por terem sido mal atendidos – os resultados financeiros colhidos por boas práticas de pós-venda podem ser estimados por uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Vendas, que indicou que o aumento de 5% em fidelização ao cliente pode ocasionar melhora nos lucros de 25% a 75% para a empresa.

Apesar de todas estas evidências positivas para a prática do pós-venda, um relatório do Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) divulgado pela FecomercioSP (Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo) em 2019, apontou que, àquele momento, 85% empresas brasileiras nunca realizado pós-venda, sendo que 70% delas sequer possuíam cadastro dos seus clientes.

O pós-venda como impulsionador do desenvolvimento de produtos e serviços

Para Ana Sato, sócia-fundadora da UniDoll, empresa que comercializa bonecas ultrarrealistas, uma boa comunicação com o cliente e o estabelecimento de uma relação de proximidade com o público-alvo “faz toda a diferença tanto na gestão de crises da empresa quanto na escolha dos produtos a serem oferecidos”. 

A executiva afirma que os produtos vendidos pela empresa na qual atua são desenvolvidos a partir do feedback de clientes, corroborando dados de uma pesquisa realizada pela empresa de tecnologia NeoAssist em parceria com a MindMiners, empresa de pesquisa de mercado, que apontou que 92% dos consumidores esperam que as empresas que os atendem solicitem feedbacks para implementar melhorias nos produtos e serviços oferecidos.

“Sabemos como é difícil e cauteloso realizar uma compra na internet de um produto com valor agregado grande. Por isso, o atendimento pós-venda é tão importante. O feedback dos clientes é fundamental para o sucesso de uma empresa, sobretudo aquelas que estão estabelecidas no e-commerce”, afirma Sato. “Então, todas as ferramentas devem ser usadas para que a experiência da compra e o retorno sobre o produto sejam devidamente coletadas pela empresa”, conclui.

A afirmação da sócia-fundadora da UniDoll vai ao encontro de dados fornecidos por um estudo da HubSpot, empresa especializada em Inbound Marketing, que indica que 93% dos consumidores tendem a voltar a comprar com empresas que possuem um atendimento considerado excepcional.

“Investir em treinamentos para que tanto o atendimento pré quanto o pós-venda sejam sincronizados, presentes e que garantam uma certa proximidade com o cliente é essencial para o sucesso de um produto no mercado. Além de coletar informações valiosas sobre a demanda do mercado, você acaba entendendo e muito bem as dores que o cliente tem”, conclui.

Para mais informações, basta acessar: https://www.unidoll.com.br/

Website: https://www.unidoll.com.br/

Fonte Reprodução: Dino

5 de out. de 2021

Brasil Caminha Para Se Tornar Um Dos Maiores Mercados De E-Commerce Do Mundo

 Setor de joias de Minas Gerais espera crescimento de 7% neste ano

São Paulo,04/10/2021 –

De acordo com levantamento do Statista Digital Market Outlook em 2019, o Brasil foi considerado o maior mercado on-line latino, registrando, nos primeiros seis meses de 2021, 78,5 milhões de operações via e-commerce, ou seja, um crescimento de 57,4% ante o mesmo período de 2020, segundo a Neotrust. Em relação ao faturamento, a alta foi de 72,2% para R$ 35,3 bilhões. Caso esse cenário permaneça, o Brasil chegará ao fim de 2021 com mais de R$ 140 bilhões oriundos do e-commerce.

Também é importante ressaltar que, de acordo com a pesquisa “Webshoppers”, realizada recentemente pela Ebit | Nielsen em parceria com o Bexs Banco, no ano passado 13,2 milhões de novos consumidores passaram a utilizar o e-commerce, uma alta de 23% em relação a 2019. Caso essa tendência de crescimento em dois dígitos seja mantida, o Brasil chega ao fim do ano com 180 milhões de usuários no comércio eletrônico.

Cenário econômico complicado

Apesar dos bons resultados até agora, é necessário prestar atenção ao complicado momento econômico que o Brasil atravessa, com uma queda de 4,1% no Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além de instabilidades na moeda, que causaram desvalorização ante o dólar e alto índice de desemprego.

Todos esses pontos fizeram com que mais da metade das pessoas se tornassem mais cuidadosas ao realizar compras. Mas, em contrapartida, esse cenário também fez com que 80% dos consumidores do Brasil fizessem compras on-line e com novas marcas. Além disso, 38% se tornaram mais abertos às operações transfronteiriças, de acordo com dados do relatório “The 2021 Bordeless Commerce”, feito pelo PayPal.

O levantamento ainda mostrou um crescimento nas compras por meio de dispositivos móveis ao passo que a conectividade alcança regiões rurais. Espera-se que, até o ano de 2023, as operações utilizando celulares aumentem 17,8% ao ano, um número bem acima da média de 9,3% esperada globalmente.

Crescimento no setor de joias e bijuterias

O setor de joias de Minas Gerais está mais positivo a respeito dos resultados. De acordo com o presidente do Sindicato das Indústrias de Joalherias, Ourivesarias, Lapidações e Obras de Pedras Preciosas, Relojoarias, Folheados de Metais Preciosos e Bijuterias no Estado de Minas Gerais (Sindijoias-MG), Manoel Bernardes, acredita-se que o segmento tenha uma alta de 7% em 2021 se comparado a 2020, após passar por um ano de perdas por conta das consequências da pandemia da Covid-19.

“Esperamos que não tenha uma terceira onda da pandemia, com mais fechamentos, o que nos leva a uma perspectiva de melhora. Também aguardamos um segundo semestre mais estável, com uma programação maior. A economia tem um componente emocional muito grande. As pessoas consomem menos se tem muita insegurança”, aponta Bernardes. Além disso, é importante ressaltar a possibilidade de diferentes compras, como a de aliança de casamento, de forma on-line.

Website: https://www.lobella.com.br/

Fonte Reprodução: Dino


Como Melhorar O E-Commerce Com Estratégias Para Produtos?

 Com a grande concorrência entre empresas, especialmente no e-commerce, é preciso que as empresas busquem soluções para se diferenciar no mercado.


Um e-commerce, ou comércio eletrônico, trata os negócios que organizam o processo de compra e venda na Internet, ou seja, transações comerciais são realizadas por meio de ferramentas online. Segundo dados da ABComm o Brasil possui, atualmente, mais de 240 mil lojas virtuais ativas. A tendência é que esse número continue a crescer nos próximos anos.

É importante avaliar que, para se destacar no cenário de e-commerce, uma empresa tende a buscar diferenciais, vender de modo que agregue valor para a marca. Todos os produtos podem ser vendidos de uma forma diferente e atrair o consumidor, já que é um momento para conquistar o cliente.

No primeiro trimestre de 2021, foram mais de 78,5 milhões de compras on-line, o que representa crescimento de 57,4% no comparativo com o mesmo período do ano passado, segundo números da ABComm e NeoTrust. Ao todo, foram gerados mais de R$ 35,2 bilhões durante os meses de janeiro a março, resultado que representa aumento de 72,2%. No período analisado, o ticket médio foi de R$447,90, aumento de 9,4% em relação ao mesmo trimestre no ano anterior, alta significativa para o quesito analisado. Traçando um paralelo, o incremento no valor médio das compras foi de 2,9% no quarto trimestre de 2020.

Uma empresa pode vender artigos esportivos, por exemplo, mas deixam de levar em consideração outras estratégias de produtos. Sendo assim, é essencial conhecer a fundo o consumidor, ação possibilitada pela internet, que expandiu as formas de relacionamento com o cliente. Portanto, as empresas e varejistas precisam ter em mente a necessidade de buscar por soluções e pensar nos diferenciais para se destacar aos olhos do público.

Ter um leque amplo de opções tende a ser o foco das marcas. A teoria da Cauda Longa, de Chris Anderson, mostra que há os produtos hit, aqueles mais buscados, e os de nicho, menos buscados. Entretanto, há sempre alguém que busca o que determinado negócio vende. Os produtos hit, como rosas em uma floricultura, por exemplo, terão mais buscas do que produtos muito segmentados.

A instituição precisa ter um processo de curadoria de produtos, buscar marcas que possam somar e agregar valor, como Havanna, Ofner e Amor aos Pedaços, por exemplo, consolidadas nos respectivos mercados, que agregam valor a outras empresas.

No marketplace, as marcas podem ter mais espaço para esse mix variado de produtos, pois a tendência é de que, em breve, todas as lojas sejam um markeplace no Brasil, ampliando o leque de produtos e, consequentemente, a busca pela sua loja, atingindo quem procura tanto os produtos hit como os de nicho. Entretanto, ter algo que diferencie da concorrência é fundamental, por isso é preciso estar sempre atento ao que pode ser oferecido nas lojas.

*Por Giuliana Flores, marketplace de flores e itens presenteáveis.

Website: http://www.giulianaflores.com.br


O que a queda dos whats app, facebook e instagram nos ensinou?

 

Já ouviu aquele ditado que a gente só valoriza algo quando a gente perde? No caso da queda desses canais, a gente não só perde, como bate um desespero digno de filme de ação onde a missão é quase impossível.

É bem nessa hora, que começamos a entender o quanto precisamos e dependemos cada dia mais dos canais digitais.

É literalmente desesperador. Primeiro pensamos que o problema é a internet, depois, alguma instabilidade temporária.  Desliga computador, internet, liga denovo, reinicia tudo e apaga aplicativos diversos.

Será que roubaram os fios da rede do bairro? Não, pera!  Os outros canais estão funcionando. É engraçado, pois nessa hora, até esquecemos que o problema são alguns aplicativos, não a internet.

Até entender o que tinha acontecido de fato, alguns minutos se passaram. Parece que demoramos a acreditar.

Ficar mais de 5 horas fora da rotina diária, sem atendimento aos clientes, dá a impressão que não vamos conseguir. Mil coisas na cabeça... será vai voltar até amanhã? Será que caiu um satélite por tempestade solar?

Quando a ficha cai, é hora de achar alternativas imediatamente. Telegram, Twitter, SMS e até telefone. O hábito era tão antigo que a gente até esquece de como abrir o teclado para mandar uma simples mensagem de texto.

O hábito nos acostuma rotineiramente, mas momentos assim, nos levam a pensar em outros caminhos que por mais antigos ou que estejam esquecidos na gaveta do porão da nossa memória, ainda servem para nos comunicar e ajudam muito a minimizar a distância na nossa comunicação do dia a dia.

Fica o aprendizado: Ter alternativas, é importante para qualquer negócio.

11 de set. de 2021

Como registrar sua marca?

 


Registrar sua marca é um dos passos mais importantes para formalização das empresas. O grande desafio é que poucos empreendedores conhecem o procedimento e acabam desistindo pelo fato de ser algo extremamente burocrático.

A grande vantagem é que as novas tecnologias vieram para facilitar e já existem formas de realizar o registro de forma muito mais fácil e descomplicada.

É isso que a Company Hero faz. O registro de marca das empresas.

Por isso fechamos uma parceria facilitar esse processo, quer saber mais?

Clique no link: Quero registrar minha marca



Como fazer uma análise do tempo de carregamento de um site? Conheça 3 ferramentas grátis!



 Olá, pessoal! Tudo bem?

Depois de algum tempo sem escrever aqui no blog, retornei as minhas atividades de compartilhar alguns aprendizados que obtive no decorrer dos meus projetos.

Como vocês sabem, estou sempre buscando novos conhecimentos e me especializando em áreas co-relacionadas a minha especialidade.

Confesso que nesses últimos tempos tem ficado cada vez mais difícil acompanhar a quantidade de informações do segmento que tem mudado diariamente.

Uma das coisas que aprendí nessa jornada, foi a importância do tempo de carregamento para o sucesso de qualquer mídia.

Muitos já sabem, porém ainda vejo que há ainda uma parcela de empresas que não conseguem acompanhar a importância desse fator na hora de entender o que pode impactar no resultado das mídias digitais para o site.

Um site rápido, responsivo é fundamental para a estratégia da sua mídia online.

E vou compartilhar alguns caminhos para que você possa utilizar algumas ferramentas gratuitas. 

Vamos lá:

Page Speed Insights

Essa ferramenta é super utilizada para analisar o tempo médio de carregamento de um site. Nela você pode comparar a versão desktop ou mobile, além de ter diversas insights para correção da tecnologia.

Não existe um número exato ideal, mas se o seu site apresentar um número vermelho, abaixo de 50 por exemplo, é hora de começar a se preocupar com a qualidade do seu site. Veja no descritivo quais são as recomendações e corra atrás para otimizar. Isso será fundamental para você ter bons resultados.

Mas, essa não é a única ferramenta do mercado. Uma outra opção que recomendo e utilizo sempre é a Test My Site.

Test My Site

Essa é outra ferramenta fantástica para analisar o seu site. Ela apresenta um relatório comparativo com dados extremamente relevantes para quem deseja aumentar a perfomance do site. É gratuita e eu super recomendo.

Google Analytics

O próprio Google Analytics, caso esteja instalado no site, pode te trazer essa informação detalhada com filtro por dispositivos e navegadores por exemplo. É uma forma de você comparar os dados em relação a média das demais páginas e atuar para entender quais páginas podem estar apresentando maiores taxas de carregamento.


Gostou deste post? Compartilha!

16 de abr. de 2017

5 dicas essenciais para montar um e-commerce de sucesso

Dedicação, planejamento e outros fatores são fundamentais para progresso do negócio
Em uma primeira vista, montar um e-commerce pode não parecer uma tarefa difícil, mas não se engane: o negócio exige muito estudo, dedicação e visões de mercado para que possa progredir. Veja agora cinco dicas de como fazer seu e-commerce ter sucesso.
Planeje seu e-commerce
Antes de começar qualquer negócio, é necessário um bom planejamento. Este planejamento envolve, por exemplo, um apurado estudo de mercado, concorrência e nichos possíveis de atuação. Antes de empreender em sua loja virtual, faça planejamento financeiro e tributário para não ter dores de cabeça depois. Conte com a ajuda de profissionais especializados, se necessário.
Invista em produtos de qualidade
Para que os negócios possam ir bem em seu e-commerce, é necessário investir na compra de um estoque de produtos que apresentam qualidade satisfatória e que, principalmente, tenham demanda de mercado. É sabido também que costuma haver uma relação direta entre demanda e concorrência, portanto, saiba encontrar furos e oferecer diferenciais em relação aos outros e-commerces semelhantes. Tenha estoque suficiente e possibilite um bom capital de giro.
Dedique boa parte dos recursos à tecnologia
O site de seu e-commerce é como se fosse o seu ponto comercial. Invista em tecnologias de informação que possibilitem a criação e manutenção de um site rápido, fácil de usar, bonito e que atraia os consumidores para as compras. Invista em um bom servidor, pois você não irá querer que o portal saia do ar caso seja acessado por um grande volume de usuários.
Marketing digital pode ser uma ótima escolha
Utilize estratégias do Marketing Digital para aumentar ainda mais as vendas de sua loja e-commerce. Use técnicas do Search Engine Optimization (SEO ou otimização de mecanismos de pesquisa) para gerar mais acessos orgânicos ao site direto de instrumentos de pesquisa como o Google e o Bing! Invista em propagandas para vídeos e/ou sites e atraia mais usuários para a sua loja online. 
Logística
Uma loja virtual conquista mais público se atender a seus clientes com agilidade e eficiência. Invista em uma boa logística de compra de estoques, armazenamento e envios para satisfazer ainda mais aos clientes.
#ecommerce #projetos #dicas

29 de mar. de 2017

A IMPORTÂNCIA DAS DESCRIÇÕES DOS PRODUTOS NO E-COMMERCE


As descrições das lojas virtuais são tão ou mais importantes que o preço do produto que você está comercializando. 
As descrições das lojas virtuais são tão ou mais importantes que o preço do produto que você está comercializando. Entenda, você já conseguiu o mais difícil de tudo, trazer o cliente para dentro do seu site.

Promova ao máximo o produto e suas vantagens ao cliente. Fale diretamente ao seu público, se estiver escrevendo sobre tecnologia, use termos modernos e completos, se estiver escrevendo sobre produtos infantis, fale direto para a mamãe e para o papai. No caso da Cirilo Cabos, nós abordamos em diversas maneiras, falamos para a secretária que recebe o pedido de compra do seu superior, para o engenheiro que precisa de um cabo HDMI para sua obra, para o adolescente que procura cabos para o seu game, entre outros. 

Descrição técnica
Como a compra pela internet não é “palpável”, a descrição técnica tem que ser completa e objetiva, por exemplo: tamanho, peso, composição do produto, comprimento, prazo de garantia e etc. Use o máximo de informação que tiver, provavelmente você terá o produto em mãos e saberá suas principais características, ao contrário do cliente que só receberá o produto em alguns dias.

SEO dos Textos
Além do seu cliente, você também tem que pensar em como o Google vai entender e, como você será ranqueado nas páginas dos buscadores. Técnicas de Search Engine Optimization (SEO) são de extrema importância para seus produtos apareçam com mais relevância e acima dos seus concorrentes. Utilize ferramentas de palavras chaves e crie textos bem feitos e atrativos, lembre-se, muitas pessoas não tem o hábito da leitura. 

A utilização da descrição do site em lojas físicas
As descrições da sua loja virtual também devem ser utilizadas pelos vendedores da sua loja física, caso você também venda por esse sistema. Nós da Cirilo Cabos utilizamos 100% das nossas descrições para apoio e argumentação de vendas em nossas lojas físicas, a venda balcão torna-se mais confiante quando se tem todas as informações técnicas em mãos. 

Reviews
Se você utiliza alguma certificadora de reviews, aproveite ao máximo a opinião e as dúvidas que os clientes publicam nessa ferramenta. Opiniões positivas e negativas são ótimas para o complemento do texto. Se você também comercializa seus produtos via marketplace, aproveite os insights dos clientes e enriqueça mais seu texto.
No mais, ofereça textos completos e objetivos e sempre proporcione uma excelente experiência de navegação aos seus visitantes e boas vendas!

Fonte: Erick Mello

11 de fev. de 2017

Inovação: Google Começa Projeto de Tecnologia para Moda

O novo projeto em parceira do Google com a marca Ivyrevel, tem tudo para remexer o mundo da moda. Com um conceito de personalizar roupas, o Google iniciou campanha de pré-lançamento de um aplicativo que pretende desenvolver roupas exclusivas através do projeto Coded Couture (Costura Codificada).

O projeto irá coletar dados dos mais íntimos das pessoas, como medidas, lifestyle: lugares que frequentam, atividades que exercem no dia a dia, tempo gasto em suas ações (resumindo como você vive sua vida), e então criar roupas únicas e personalizadas para cada qual, e tudo isso por um aplicativo.


Reprodução

Veja o vídeo que fala mais sobre o projeto:




Quer ser um dos primeiros a testar o protótipo, se inscreva nesse link: Coded Couture

Mais informações no site oficial: 

http://www.ivyrevel.com/se/codedcouture/codedCouture.html


Fontes: http://divaholic.com.br/estilo/google-mira-tecnologia-na-moda/
http://textileindustry.ning.com/forum/topics/google-mira-em-tecnologia-na-moda-e-cria-o-projeto-de-costura

27 de dez. de 2016

O que é preciso para edição de vídeos

Com a popularização de plataformas para compartilhar vídeos como Youtube, criar e divulgar conteúdo audiovisual na Internet deixou de ser uma atividade exclusiva para profissionais. A criação de vídeos caseiros está em alta e já não é sinônimo de baixa qualidade.  Um dos grandes avanços que facilita que o acesso à produção de vídeos é o surgimento de softwares de edição desenvolvidos para as necessidades desse público. Ferramentas profissionais mais conhecidas apresentam uma grande dificuldade de utilização e a maioria dos usuários não sabe nem necessita usar grande parte dos recursos disponíveis.
O excesso de recursos, ao contrário de ser positivo acaba sendo contraproducente, confundindo o usuário e dificultando que alcance o objetivo desejado. Por isso, antes de buscar soluções sofisticadas que se tornarão defasadas antes de conseguir aprender a usá-las, o melhor é recorrer a softwares mais simples que estão ao alcance de todos. Um bom exemplo é o Video Converter Ultimate, da Aiseesoft. Com este tipo de programa é possível editar vídeos de forma muito mais rápida, obtendo resultados de boa qualidade.
Em face desta questão muitas pessoas questionam quais recursos são realmente necessários para usuários que desejam editar vídeos de forma amadora.

Recursos essenciais para edição de vídeo

Um programa de edição de vídeos para principiantes ou usuários que não buscam os obter resultados de uma produtora audiovisual precisa ter uma série limitada de recursos-chave. Além disso, é preciso que os comandos sejam facilmente acessíveis e as funções se encontrem de forma intuitiva.

·         Modificar características gerais da imagem
Um requisito básico está relacionado com a necessidade de adaptar o vídeo para as características da tela que ele será reproduzido. Um exemplo simples é o comando para girar o vídeo, caso tenha sido gravado em vertical. Outros comandos muito usados são a possibilidade de recortar a imagem para eliminar faixas pretas, fazer zoom em uma determinada zona da imagem ou adaptar e modificar o formato de tela. Por exemplo, oferecer a possibilidade de passar um vídeo gravado em formato 4:3 para 16:9 sem distorcer a imagem.

·         Trabalhar aspectos fotográficos
Outro recurso que permitirá melhorar a qualidade dos vídeos é trabalhar sobre a fotografia. Softwares profissionais têm ferramentas muito sofisticadas para correção de cor, níveis, entre outros. Porém, um usuário corrente dificilmente conseguirá usar estes recursos corretamente. No caso do Video Converter Ultimate, por exemplo, isso se torna muito mais simples: há um menu lateral onde ajustar brilho, contraste, saturação e matiz. Também é possível reduzir trepidação ou remover ruído somente com um clique, sem configurações complexas.

·         Combinar vários vídeos ou trechos
A composição e montagem de diferentes planos é essencial para obter um mínimo de dinamismo em qualquer vídeo. Unir vídeos, cortar os segmentos desejados e montar uma sequência é um dos principais motivos pelo qual os usuários recorrem a softwares de edição. No programa da Aiseesoft mencionado anteriormente, basta arrastar e soltar os arquivos na ordem desejada e indicar o trecho que é preciso utilizar de cada arquivo. Ao converter, o programa fará sozinho a montagem e apresentará o resultado final.

·         Compatibilidade com formatos e codecs
O objetivo final, depois da produção do vídeo, é que ele seja corretamente visualizado pelo seu público. Para isso, o ideal é maximizar compatibilidade com dispositivos e plataformas. Busque uma solução que tenha a opção de salvar o arquivo em diferentes formatos e codecs. O Video Converter Ultimate, por exemplo, salva e converte para mais de 400 perfis de áudio e vídeo.

Para obter mais informação sobre o software de edição de vídeos da Aiseesoft, visite o site oficial do Video Converter Ultimate.


2 de set. de 2016

Afinal, o que é o Google Apps? Saiba tudo sobre a ferramenta do Google


O que é o Google Apps?

O Google Apps é um pacote de produtividade baseado na nuvem que auxilia as equipes a se comunicarem, a colaborarem e a realizarem tarefas em qualquer lugar e de qualquer dispositivo. Ele é fácil de configurar, usar e gerenciar. Assim, sua empresa pode se concentrar no que realmente importa.
Milhões de empresas em todo o mundo contam com o Google Apps para aproveitar recursos como e-mail profissional, armazenamento de arquivos, reuniões por vídeo, agendas on-line, edição de documentos e muito mais.


Veja alguns destaques:

E-mail empresarial para seu domínio
Parecer profissional conta muito e isso significa se comunicar como você@suaempresa.com. Os recursos simples e eficazes do Gmail ajudam você a desenvolver sua marca e realizar ainda mais tarefas.

Acesse em qualquer local ou dispositivo

Verifique seu e-mail, compartilhe arquivos, edite documentos, realize reuniões por vídeo e muito mais, estando no trabalho, em casa ou viajando. Você continua o trabalho de onde parou em um computador, tablet ou smartphone.

Recentemente o Google Apps passou a se chamar a G Suíte e agora virá com muito mais recursos.

Saiba tudo nesse link: Clique Aqui

Ferramentas de gerenciamento de nível empresarial

As configurações de administrador robustas oferecem controle total sobre usuários, dispositivos, segurança e muito mais. Seus dados estão sempre com você e eles permanecem com você caso queira mudar de solução.

17 de ago. de 2016

Aiseesoft Screen Recorder agora também conta com recurso para gravar podcasts

O podcast é um dos formatos de difusão de conteúdo mais democráticos da atualidade. Gravar e reproduzir áudio em streaming para compartilhá-lo na Internet abre a porta para inúmeras possibilidades, tornando o podcast bastante popular entre os internautas. Acompanhando esta tendência, e também a pedido dos seus usuários, a Aiseesoft apresenta uma nova versão do Screen Recorder com recursos dedicados à gravação de áudio, permitindo criar e guardar áudios de streaming.

A nova versão do programa conta com ferramentas exclusivas para a gravação de áudio, pensados tanto para o uso por criadores quanto ouvintes de podcast e música em streaming. Para aqueles interessados em gerar conteúdo para locuções, o software grava áudio do microfone do usuário, do sistema ou inclusive ambos ao mesmo tempo. Para os amantes dos diferentes formatos de reprodução de áudio em streaming, é possível gravar e salvar qualquer áudio reproduzido no computador, como músicas do Spotify.

A interface melhorada continua fiel às principais características do programa: é intuitiva e simples. Ao abrir o Screen Recorder, o usuário deve indicar se deseja gravar a tela do computador (junto com as opções de áudio que já existiam na versão anterior) ou se deseja gravar somente o áudio. Ao optar por gravar somente o áudio, o programa mostrará as opções específicas desta função.
O usuário poderá ver em todo momento uma pré-visualização do tamanho do arquivo gerado, a duração da sua gravação e quais fontes de áudio estão sendo utilizadas. Entre as configurações personalizadas, é possível pré-determinar a duração da gravação e definir o formato do arquivo de saída entre WMA, MP3, M4A e inclusive AAC, um formato de áudio sem perdas. O Screen Recorder também permite definir os codecs e a qualidade desejada para cada formato de arquivo.



Finalmente, para começar a gravação, basta clicar no botão “REC”. Uma vez terminada a gravação, clicando novamente nesse botão, o usuário pode conferir o resultado final do áudio antes de salvá-lo no seu computador. Os usuários que já testaram os novos recursos destacam a praticidade do programa, cujo aprendizado de uso é quase instantâneo.
A atualização da nova versão é gratuita para todos os usuários de versões anteriores e há disponível uma versão de teste, também de forma gratuita, no site oficial da Aiseesoft em português.

27 de jul. de 2016

Brasil lidera uso de VPN para evitar bloqueios regionais em sites

Políticas de segmentação geográfica praticadas por serviços online e bloqueios governamentais impulsam o crescimento da navegação com VPN

Para algumas pessoas o termo “VPN” pode soar desconhecido, porém a realidade é que o seu uso é cada vez mais comum. No Brasil, 36% dos usuários já utilizaram este recurso. Uma VPN permite, entre outras coisas, evitar que as atividades de navegação sejam rastreadas e conectar-se à Internet como se estivesse em outro país. Simular a conexão desde outro país é um dos principais motivos pelo qual os usuários utilizam este recurso. Isto acontece porque a Internet promete ser a chave para um mundo globalizado, porém encontra-se obstaculizada por governos e pelos próprios sites que usam a geolocalização para diferenciar ou bloquear o acesso a serviços e conteúdos a usuários de diferentes países.
Crescimento de usuários e escassez de servidores VPN

Enquanto os usuários tentam proteger a sua privacidade e garantir o acesso livre a conteúdos e serviços online, governos e sites estão em luta com servidores de serviços VPN na tentativa de bloquear esta liberdade de navegação.  A empresa alemã Steganos, por exemplo, afirma que busca constantemente novos servidores para disponibilizá-los aos usuários do Steganos Online Shield VPN. Esta mudança frequente se deve ao fato de que os servidores VPN são buscados e bloqueados por serviços como Netflix, Spotify e governos que aplicam censura na Internet.

O CEO da Steganos, Joachim Heng, comenta:  “O grande desafio é encontrar servidores em diferentes países que cumpram com os nossos requisitos de segurança e, ao mesmo tempo, ofereçam uma navegação estável e de qualidade ao usuário.”
Em resposta a estas dificuldades, alguns fornecedores de serviços VPN diminuem os seus requisitos de segurança na tentativa de continuar oferendo aos seus usuários uma longa lista de servidores em países estrangeiros.

Como escolher um serviço de VPN seguro

VPN é uma rede virtual privada que funciona criando um túnel para conectar o computador do usuário com o servidor em questão. Esta conexão é criptografada, por este motivo a navegação do usuário fica protegida e é possível simular que ele está no país onde está localizado o servidor com o qual se conectou.

Um dos fatores mais importantes para escolher uma VPN é o protocolo que utiliza, pois isso determinará se o usuário estará sendo protegido ou, ao contrário, ficará mais vulnerável. O recomendado é que o serviço contratado utilize um protocolo seguro como o OpenVPN e tenha um algoritmo de criptografia de 256 bits. Outro aspecto importante a considerar é se são guardados registros das informações do usuário ou não. Finalmente, por praticidade, cabe considerar se o mesmo serviço de VPN está disponível para todos os dispositivos que o usuário utiliza no seu dia-a-dia. Os bons serviços de VPN, como o Steganos Online Shield VPN, costumam ter, no mínimo, versões para computadores Windows, assim como para dispositivos Android ou iOS.

Para mais informações sobre o Steganos Online Shield VPN, visite o site oficial em português.

Fonte: Segurisoft - Nota de imprensa

27 de jun. de 2016

CASE DE SUCESSO: 300% de Aumento de Leads e Primeira Posição Orgânica

CASE DE SUCESSO CONTEÚDO MULTIPLATAFORMA: 

Em 3 meses de atuação o conteúdo multiplataforma conseguiu gerar 300% de aumento no número de solicitação de orçamentos online através da reestruturação das campanhas de adwords da empresa rightech. Além disto, o cliente entrou na primeira posição no Google para o termo mais relevante para o tipo de negócio no ramo.





Quer gerar resultados para sua empresa? Solicite orçamento em fale conosco.


6 de jun. de 2016

Aiseesoft lança FoneEraser para apagado irreversível de dados em iOS

Em virtude da grande quantidade de fraudes baseadas no roubo de dados pessoais, a Aiseesoft decidiu lançar para o mercado de fala portuguesa uma ferramenta dedicada à proteção de dados armazenados em dispositivos portáteis. FoneEraser é um software para a eliminação segura de arquivos armazenados em iPhone, iPad e iPod.

Atualmente, o smartphone pode ser a porta de entrada para a vida de uma pessoa através dos seus registros e arquivos. Que tipo de informação é possível obter de um dispositivo no qual se tenha deletado os arquivos “de forma manual”? Praticamente todas. Existem ferramentas que permitem recuperar o histórico de mensagens, dados de compras, arquivos de aplicativos, fotos, e-mails, contatos e muitos outros arquivos, inclusive de dispositivos quebrados.

Michael S., CEO da Aiseesoft, comenta: “Recomendamos aos nossos clientes que jamais doem ou vendam um iPhone ou outro dispositivo da Apple sem antes apagar de forma irreversível os dados com uma ferramenta especializada como FoneEraser. Mesmo que você o ceda a uma pessoa de confiança, é impossível assegurar que o dispositivo não caia em mãos erradas. Hoje em dia, isso significa se expor a ceder toda a informação que contenha, inclusive a que foi deletada, mesmo sem ter a senha”.

Como funciona o apagado permanente


O Aiseesoft FoneEraser tem três níveis de apagado com diferentes algoritmos. O apagado permanente elimina os arquivos e os substitui por conteúdo em branco. Desta forma, o arquivo não só deixa de ser visível para o sistema, mas também o espaço fica ocupado por outros dados, o que faz que o arquivo seja irrecuperável. O nível mais alto de eliminação reescreve os dados três vezes seguindo as mais estritas normas de segurança internacionais, garantindo assim a eliminação total e irreversível não só de arquivos, como também das configurações do dispositivo.
Além de proteger as informações pessoais armazenadas no iPhone, a ferramenta também permite fazer uma limpeza de arquivos para melhorar o desempenho do dispositivo. Esta limpeza profunda é equivalente a uma restauração, já que elimina todos os aplicativos e arquivos relacionados do dispositivo, deixando-o com a configuração de fábrica.

Para mais informações sobre FoneEraser, visite o site oficial em português. 

Fonte: Comunicado de Imprensa - Aiseesoft

29 de mai. de 2016

Como o Marketing de Conteúdo Online Pode Ajudar Sua Empresa?



A web é uma ferramenta com potencial enorme e com grande influência hoje em dia. Uma das grandes vantagens de se utilizar a internet é a sua versatilidade, que oferece desde informações para navegantes quanto à possibilidade de se fazer negócios para as empresas.
No mercado atual, uma empresa que não tem site é uma empresa que não existe. Sua comunicação – por mais que ela ainda faça uma divulgação offline – é muito sem ter um endereço oficial. Para a estratégia de marketing, o site é uma ferramenta que promove a empresa e seus produtos ou serviços e, ainda, atrai novas pessoas que podem se tornar futuros clientes.
Mas, como atrair mais visitantes para o seu site e demais mídias de comunicação na internet? A resposta está no marketing de conteúdo. O futuro do marketing digital está no conteúdo. Essa é a afirmação que muitos especialistas utilizam para falar sobre a nova tendência do mundo da internet.
Como realizar marketing de conteúdo?
O marketing de conteúdo nada mais é do que oferecer informações para os seus clientes ou potenciais clientes. O conteúdo pode – e deve – ser diversificado, uma vez que há muitas maneiras de se oferecer esse conteúdo. A empresa pode apostar em um blog, por exemplo, ou mesmo publicações recorrentes no site oficial. Outra forma que possui muita força é o uso diário das mídias sociais, principalmente do Facebook, Twitter, YouTube, Google+ e Instagram – as redes mais populares do momento.
A maneira ideal, no entanto, é utilizando os dois de maneira casada. A produção do marketing de conteúdo se torna muito mais eficaz com os impulsos de compartilhamento das redes sociais, que são capazes de fazer com a presença on-line da empresa cresça de forma exponencial, fazendo até mesmo que haja aumento nas vendas.
Importância enorme na boa imagem da empresa
A maioria dos gestores ainda não percebeu que uma boa comunicação, aliada ao marketing de conteúdo tem um poder enorme para a imagem da empresa diante do seu mercado. Mas, ao pensar alguns aspectos do marketing de conteúdo é possível enxergar um grande retorno de acordo com o planejamento feito.
Segundo algumas pesquisas feitas com consumidores, a maioria das pessoas se sentem mais seguras e aptas a comprar um produto que conheceram pela internet quando percebem que o site publica, em algum meio de comunicação on-line, conteúdo personalizado e relevante para o mercado. Além disso, as pessoas já estão recorrendo às redes sociais para pesquisar a credibilidade da empresa e, então, efetuar de vez a compra.
O grande poder do marketing de conteúdo está em aumentar o engajamento dos seus consumidores e potenciais clientes. Isso faz aumentar o tráfego no seu site e, consequentemente, a possibilidade de fechar negócios.
Precisa desenvolver sua estratégia e não sabe como? Entre em contato para receber uma proposta customizada de criação de conteúdo para sua empresa. 

20 de mai. de 2016

Como evitar o roubo de informações pessoais na nuvem


No momento em que um usuário sobe um arquivo na nuvem, deve ser consciente de que o conteúdo que envia deixará de ser totalmente privado. As vantagens de poder acessar todos os seus arquivos de forma compartilhada com outros usuários e, ao mesmo tempo, poder visualizá-los e inclusive editá-los em qualquer dispositivo são insuperáveis. O armazenamento de arquivos na nuvem é uma tendência consolidada tanto no âmbito corporativo como pessoal.

Não obstante, subir informações nestes servidores representa um risco, que já foi claramente exemplificado em sucessivos escândalos de difusão de fotos íntimas de famosos retiradas das suas contas pessoais na nuvem. Inclusive servidores respeitados, que atualmente são gigantes mundiais, sofreram ataques de hackers que conseguiram acessar todo tipo de arquivos e informação particular dos seus usuários.

Então, como evitar o roubo de informação confidencial na nuvem? Para se proteger destes ataques, há uma série de medidas preventivas que reduzem os riscos de que as suas informações caiam nas mãos erradas. Steganos, a empresa alemã especializada em segurança digital, aconselha unir a criptografia de arquivos com medidas de prevenção do acesso à conta. Atualmente existem ferramentas especializadas na proteção da informação que são simples e estão ao alcance de todo mundo.

Criptografia de arquivos

A criptografia faz que um arquivo seja inutilizável por um usuário não autorizado a acessá-lo. Inclusive se o arquivo foi interceptado ou copiado, terceiros que não disponham da senha correspondente não poderão visualizá-lo. Com ferramentas seguras de criptografia como Steganos Safe, os dados estão a salvo de perdas, roubos e hackers.

O programa funciona como um cofre virtual. Cria-se uma unidade segura que só pode ser aberta com a senha correta. A ferramenta utiliza o avançado algoritmo de criptografia AES- XEX de 384 bits e permite criar unidades seguras de até 2TB. Ao criar um cofre virtual sincronizado com Dropbox, Google Drive ou Onedrive, os arquivos se enviam para a nuvem já criptografados, garantindo proteção e privacidade completa de todos os dados.

Para criar um cofre virtual na nuvem com Steganos Safe, basta seguir estes passos:

1. Abra o programa e clique em “Criar unidade segura nova”. Selecione “Cloud Safe” e escolha entre Dropbox, Google Drive e Microsoft Onedrive.

2. Nomeie a unidade segura e defina o seu tamanho (mínimo de 2MB e máximo de 2TB), dependendo do espaço que tenha livre na sua conta na nuvem e no seu PC.

3. Defina uma senha de acesso ao cofre virtual. Si deseja aumentar a segurança da unidade criada, pode gerar uma senha segura com a ferramenta oferecida pelo programa ou utilizar PicPass, que é uma combinação de imagens como senha.


4. A seguir, basta adicionar os arquivos à unidade segura. Quando fechar a unidade, estas se sincronizarão automaticamente com o serviço de armazenamento na nuvem selecionado. A unidade criada será visível em Dropbox, Google Drive e OneDrive. Não obstante, para máxima segurança dos dados, só poderá ser aberto em um PC que tenha o programa instalado e com a senha correta.

Senhas

Utilizar uma senha segura também é essencial. A senha deve ser complexa, com uma extensão superior a 8 caracteres, além de incluir letras minúsculas, maiúsculas, números e caracteres não alfanuméricos. Outro aspecto importante é que o usuário não deve repetir a mesma senha em diferentes serviços. Este erro é muito comum, já que é mais prático lembrar uma ou poucas senhas. É preferível utilizar um gestor de senhas, como Steganos Password Manager, para gerar senhas invulneráveis e armazenar senhas a repetir as mesmas nos seus diferentes acessos.

Antivírus

Um sistema de segurança antivírus diminuirá o risco de que o seu dispositivo seja invadido por um malware ou trojan. Este tipo de ataque ao dispositivo pode ocasionar o roubo das credenciais de usuário para entrar em contas pessoais e o consequente acesso a todo tipo de informação armazenada na nuvem. É necessário lembrar-se de manter o antivírus sempre atualizado.

O conjunto destas simples medidas permitirá o usuário continuar aproveitando as vantagens de armazenar arquivos na nuvem, evitando problemas posteriores. Para mais informação sobre a Steganos e os sus programas, visite o site oficial em português.

Fonte: Nota de imprensa - Segurisoft